sábado, 19 de dezembro de 2009

Ai que este Natal vai ser uma desgraça ...

Ontem foi o último dia de aulas. Andamos todos de rastos: professores, alunos e pais (por mim falo com trabalhos disto e daquilo para ajudar a fazer). Para além da festa de final de período, a minha escola teve um concurso de mesas de Natal. As mesas são organizadas por anos e os alunos fazem um presépio vivo.

Os professores também têm direito à vida e também tiveram direito a uma mesa de Natal de Norte a Sul de Portugal. Cada um trouxe um doce típico da sua região: azevias (com recheio de pão, tão boas) e pão de rala do Alentejo; bolo de mel caseiro, bolachas e rebuçados de funcho da Madeira, coscorões e broas do Oeste (a minha contribuição), rosetas, bolo-rei, trouxas de ovos e tantas coisas que não engordam nadinha. Ainda me falta o almoço de Natal, o Natal, os anos do marido e a passagem de ano (preciso de jejuar durante 3 meses para compensar a gula da quadra). Ah, levei ainda um restinho de licor de canela e uma garrafa de Baileys para ajudar a empurrar.

3 comentários: